Uma breve história do Playstation

História do Playstation

Quem nunca visitou um primo/amigo que acabou de ganhar um videogame da moda só para dar aquela conferida naquele joguinho esperto? Assim era eu antes de 2005, vivia visitando colegas e familiares que tinham consoles para fazer aquela jogatina marota, uma gameplay de 20 minutos que rendia assunto para a semana inteira com colegas da escola. Porém, tudo isso mudou quando ganhei meu primeiro console, o memorável Playstation 1.

Uma criança com seu primeiro videogame, você logo imagina noites viradas em frente à televisão com o som no último volume, pois é, isso não aconteceu, mesmo depois de ganhar um console, as gameplays eram limitadas aos finais de semana e os vários problemas com o leitor do mesmo, impedia as jogatinas do sabadão. O videogame era usado e rolava um certo desgaste nas peças, precisando de várias gambiarras para fazer o CD do Spider-Man pegar, como: colocar o Playstation na inclinação correta, virar ele de cabeça para baixo e entre outras diversas maneiras de ouvir aquele som, que no qual nós sabíamos se iria dar certo ou não (você sabe do que eu to falando! 😵).

Mas todos esses perrengues nos trazem uma nostalgia muito grande, e é com muito carinho que guardo meus videogames, e sim, a Playstation ainda faz parte do meu lazer, mesmo depois de 16 anos do meu primeiro videogame. Sendo assim, escolhemos contar uma breve história sobre o processo de evolução dos consoles da Sony.

Sony, como tudo começou?

Vamos começar falando sobre a empresa responsável por trás desses videogames, que convenhamos, os melhores de todos os tempos, hein!

Bora lá, Sony Computer Entertainment America é uma das várias vertentes da Empresa, onde encontramos diversas funções e produções dentro desse conglomerado. Essa divisão foi fundada em 1993, voltada para o mundo dos games.

No começo dos anos 90, surpreendentemente, Sony e Nintendo trabalhavam juntas na leitura da mídia de CD como uma extensão para os videogames Super Nintendo. Sendo que, a empresa da Sony, por ser a desenvolvedora do projeto, teria os direitos em cima dos jogos rodados nesse formato.

Essa nova leitura de jogos, era muito recente na época e quando a empresa da Nintendo viu que perderia muito dinheiro com essa parceria, rompeu o contrato durante a finalização do projeto de extensão do periférico chamado Play Station (separado mesmo). Tudo isso aconteceu um dia depois da SONY anunciar, em um evento de eletrônicos, o projeto já finalizado. Após todo o processo jurídico que envolveu ambas as partes, a SONY resolveu criar o que hoje conhecemos como Playstation, pois sabiam o potencial que tinham em mãos e adentraram no mundo dos games na 5º geração de console, a era 32 e 64 bits.

E quem pôde acompanhar todo os lançamentos de cada videogame feito por eles, sabe do sucesso que tiveram, a febre que causou com vários títulos disponibilizados e várias franquias com êxito no mercado.

Playstation 1, o primogênito

História Playstation 1

O primeiro console denominado PSX foi lançado em dezembro de 1994, um dos mais queridos e responsável pela revolução da produção de consoles que temos hoje. Possuía um design aconchegante, o famoso slot para Memory Card (solução para os problemas de armazenamento do CD), e a ergonomia no controle, que particularmente eu não troco por nada… que saudade!

Desse modo, a Sony ao adotar o sistema em que permitia rodar a mídia em CD, conseguiu baratear seus custos de produção em relação aos consoles da época que usavam cartucho, tornando assim seus produtos mais acessíveis. O principal nessa revolução, foi a forma em que a mudança no armazenamento afetou diretamente a qualidade dos games da época, um CD conseguia armazenar cerca de 750 MB, com isso poderia processar uma alta resolução (3DCG) e em tempo real, se equiparando na qualidade gráfica encontrada em um fliperama da época.

Além do sistema de alto padrão de leitor voltado para jogos, o PSX cumpria a função de um toca disco para ouvir músicas na sua TV, isso era genial Para a época. Atualmente observamos um padrão no lançamento da maioria dos games, sendo a maioria deles em 3D, sendo a 5º geração de consoles a responsável por esse processo.

Nem tudo são flores…

Lembra quando falei sobre o meu primeiro videogame e seus perrengues? O que explica o fato é que algumas “fornadas” do console foram produzidas com peças de plásticos… E quando rolava um aquecimento, o plástico se desgastava e alterava seu formato no leitor de disco.  Claro que também poderia acontecer por motivos de uso contínuo, com isso um problema no direcionamento do leitor surgia, e por isso muitas vezes eu precisei virar de cabeça para baixo e colocar na inclinação certa para jogar meus jogos, creio que você também possa ter passado por isso!

Os títulos de maior sucesso

Eu faria um top 3 jogos que mais me conquistaram tranquilamente, mas vamos falar dos games que foram os mais vendidos?

Nesse formato 3D de renderização, temos o Gran Turismo 1 que conseguiu colocar uma jogabilidade incrível e uma imersão sensacional, com seus gráficos lindos e corridas surreais. Eu não me surpreendo em ter sido um dos títulos mais vendidos dentro do PS1.

Seguindo nessa corrida (eu envelheci junto com o videogame, desculpa a piada), o Final Fantasy VII vem logo atrás, com um formato RPG em turnos pela desenvolvedora SQUARENIX. A fanbase dessa franquia já era enorme mesmo em gerações passadas e quando inserido em um console revolucionário o resultado sabemos qual foi…

Gran Turismo II segue nesse top 3, conseguiram repetir o feito do primeiro jogo e o hype conseguiu cumprir as expectativas da época, sou fã da franquia!

O Playstation 2, um sucesso após o outro…

O “Play 2” responsável por rodar meus Bomba Patch ‘s, como não amar? Simplesmente o console mais famoso da SONY, e um design mais fantástico ainda que seu antecessor com controle Dual Shock maravilhoso cheio de aprimoramentos na sua tecnologia de vibração. A primeira versão do Ps2 você podia usar ele na vertical ou horizontal, era algo tão irrelevante, mas eu achava um máximo.

Essa belezura foi lançada, bem no começo do ano 2000, no Japão aconteceu em 3 de março, já na América do Norte teve seu lançamento oficial em 10 de outubro desse mesmo ano.

 Playstation 2

E o que teve de avanços tecnológicos nesse videogame? É impressionante o quanto a SONY caprichou. Ela adotou o leitor de DVD-ROM para os jogos, e além de ler os games você podia assistir um filminho com sua família. Um sistema que contava com uma CPU de 128 bits em sua central de desempenho, Emotion Engine era o processador que conseguia aumentar e obter gráficos de qualidade e um alto nível de detalhes. Uma ótima renderização era resultado de um console muito bem produzido.

Clássicos de uma geração…

Em primeiro lugar temos o Grand Theft Auto: San Andreas batendo recordes juntamente com o console, a Rockstar sua desenvolvedora acertou em cheio ao lançar o game da franquia, um jogo cativante com boas doses de violência, missões bem desenvolidas e muita ação.

Com 17,33 milhões de cópias vendidas, eu não preciso nem falar sobre o sucesso né?

Muito aclamado pelas críticas e uma lista de prêmios gigantesca, GTA é o jogo mais bem avaliado na IGN da história do videogame.

Enquanto isso o game Grand Theft Auto: Vice City vem logo atrás com 16,1 milhões de cópias vendidas. O sucesso da Rockstar em seus jogos é impressionante, sempre sabendo ambientar seus jogos, aproveitando o desempenho do console ao máximo o mapa aberto chamava a atenção, a liberdade no jogo com o personagem nos anos 80 nos faz ficar horas e horas jogando.

Por último, temos o Gran Turismo 3, mais uma vez emplacando nas vendas, repetindo feitos, no play2 não foi diferente, bateram uma marca de 14,8 cópias vendidas. Se você jogar hoje, pode ter certeza de que foi um dos jogos que envelheceu muito bem, mesmo sendo datado, a dinâmica em sua jogabilidade continua incrível em suas pistas realistas.

PlayStation 3, um hat trick da SONY?

PS3

Com a experiência da pirataria, algo muito forte no PS2, a SONY realizou algumas mudanças na forma de leitura de seus jogos. Pensando em uma logística que reduzisse a pirataria dos games, adotou o Blu-ray disc como mídia, o que aumentou o custo para produção de jogos pirateados obrigando os gamers a comprarem os títulos originais. A introdução de conteúdo e jogos online em um serviço digital também foi novidade para a geração, e para que isso ocorresse é claro que o PS3 contava com um HD pré-instalado.

Os responsáveis por nos presentear experiências visuais incríveis são os Cell Broad Engine e os processadores gráficos RSX, se equiparando a computadores de ótimos desempenhos na época.

Os controles dualshock continuaram presentes nessa geração, mas é claro que com alguns aperfeiçoamentos na sua tecnologia: detecção de seis eixos de precisão e sensibilidade.

O console chegou em novembro de 2006, juntamente com o serviço Playstation Network, a nossa querida PSN.

A parte mais interessante chegou

Listar os 3 jogos mais vendidos do PS3, não vai ser novidade nenhuma para muitos, mas a terceira posição é um dos jogos que conseguiu me conquistar de uma forma imprescindível, não consigo descrever tal experiência, mas calma aí que já chego lá:

Grand Theft Auto V, sim, mais uma vez vocês estão vendo um jogo da Rockstar listado aqui como um dos mais vendidos, dessa vez o título contou com cerca de 28 milhões de cópias vendidas, e olha, o universo de GTA é infinito, as possibilidades de gameplay são enormes, com uma imersão não limitada em um só personagem, mas sim três. Uma história que contém a perspectiva em um mapa aberto em 3 visões diferentes que se cruzam, simplesmente absurdo!

Gran Turismo 5 mais uma vez, o simulador de corridas de carros consegue bater grandes números de vendas, mas sendo sincero, nessa época eu já não conseguia me entreter tanto com jogos do gênero, mas entendo seu sucesso. Foram aproximadamente 11,9 milhões de cópias vendidas. Repetindo o feito das outras gerações com seu triunfo.

The Last of Us arrepio só de falar esse título, o jogo que mostrou o verdadeiro potencial de desempenho do Playstation 3 logo no fim da geração, considerado um game next gen, essa obra-prima é uma experiência cinematográfica com nuances de gameplay, é simplesmente fabuloso, todo o seu enredo envolvendo Joel e Ellie. Não posso negar que é um dos meus jogos favoritos! Com cerca de 7 milhões de cópias vendidas, a Naughty Dogs simplesmente foi impecável ao desenvolver esse jogo.

Muito prazer gamers: eu sou o número 4!

PS4

A mão de ligar o PS4 chega a tremer aqui, aquele barulhinho que sinaliza o início do videogame tá me chamando ali, mas vou ficar para falar sobre esse console, que por sinal é lindo!

11 de novembro de 2013 foi a data de lançamento, e em tão pouco tempo já conquistou muitos com suas promessas bem cumpridas pela empresa.

Vamos com calma que tem muita novidade nele, uma delas são os recursos de interação e vários serviços online que foram melhorados, como o sistema de Party com os amigos, que faz sua mãe ficar louca de madrugada com suas gritarias.

Mas se atente aqui, você já parou para observar que esse videogame na horizontal nos lembra uma CPU?

Sim, uma concepção semelhante, e não só na arquitetura, mas em seu desempenho que nos arremete a um sistema incrível com um chip AMD, que contém um núcleo CPU e GPU que faz rodar liso seus joguinhos e mantém seu sistema todo em ordem.

Além disso, quero falar do controle DualShock, eles conseguiram melhorar ainda mais. Agora com um touch pad embutido no controle sem fio, sendo usado como um recurso de imersão por muito jogos, inclusive já joguei vários gêneros point clicks que usavam o touch pad como um incremento e tive experiências sensacionais. A movimentação do controle com alguns recursos sonoros também estão disponíveis no seu DualShock 4.

Os sucessos até o momento

O PS4 ainda se encontra com vários títulos em desenvolvimento e outros lançamentos ainda são aguardados por nós da comunidade, porém já sabemos alguns títulos de maiores sucessos.

Sendo assim, separei os títulos mais vendidos na primeira semana de lançamento, sendo os 3 jogos exclusivos dessa maravilha de console, e aproveitar para fazer uma breve review sobre eles.

The Last of Us: Part II: Essa perfeição de jogo na sua primeira semana de lançamento chegou quebrando recordes, o hype era gigantesco, e cá entre nós, a Naughty Dogs soube fazer seu trabalho com muito encanto, vendendo mais de 4 milhões de cópias em 7 dias de lançamento. Sem sombras de dúvidas foi o jogo com mais vendas de um exclusivo do console nesse período, rendendo inclusive o Game of the year de 2020.

Uma jogabilidade inovadora, em relação ao primeiro game, o jogo traz perspectivas diferentes sobre vingança, com tons satisfatórios cinematográficos que te transportam diretamente para Seattle. Sobre o sistema de batalha não tenho o que reclamar, me senti imerso do começo ao fim, e falando enfim, que final… Me apego aos detalhes que o jogo disponibiliza na gameplay, e ainda não superei “take on me” tocado no violão e cantado por Ellie, usando o touchpad do Dualshock 4. Confesso que em alguns momentos do jogo, ter o controle da Abby foi um pouco insatisfatório, mas valeu a pena dado o conjunto de explicações.

Spider-Man: responsável por vender 3,3 milhões de cópias em 3 dias, o cabeça de teia veio hypado desde o seu anúncio na E3. O amigo da vizinhança em um mapa aberto de NY, podendo ter inúmeras possibilidades de jogatina, você esperava o quê? Sucesso é claro!

God of War: a proposta ousada de trazer Kratos na cultura nórdica, já mais velho e com um filho, deixou todos nós surpresos. Os outros jogos anteriores eram do gênero Hack’n Slash, essa mudança para um RPG foi de muita ousadia e acerto por parte do Studio Santa Monica, responsável pela venda de 3,1 milhões de cópias em 3 dias. O nosso Bom de Guerra é um ótimo jogo ainda mais para aqueles que querem retomar alguns sentimentos nostálgicos.

Uma história cativante com gráficos que fazem o PS4 usar todo seu desempenho, Puzzles bem formulados e missões secundárias com um ótimo conteúdo.

O PS5 já chegou…

Playstation 5

É com muita tristeza que digo que ainda não joguei nesse console, estou louco para jogar e testar seu verdadeiro potencial, mas até lá vamos criando mais expectativas e lendo reviews na internet sobre a desenvoltura do videogame.

Qual a tecnologia que o compõe?

Com uma promessa de um desempenho absurdo entre a história dos consoles, composto por um processador AMD Zen 2 de 8 núcleos, um SSD personalizado e 10,3 teraflops que deixam os gráficos perfeitos.

O controle DualSense, com uma tecnologia de ponta, que segundo a desenvolvedora adotaram um sistema de feedback chamado háptico com o intuito de oferecer maiores sensações através do controle. Foram adicionados também aos botões R2 e L2 algo parecido com gatilhos que fazem a função de tensão, para maior realidade ao utilizar armas tensionadas. E para uma interação maior em chamadas com os amigos, o controle agora conta com um microfone embutido, muito maneiro, eu mesmo já sofri com fones de ouvido sem microfone e não conseguia me comunicar no PS4.

Qual foi o videogame mais vendido pela SONY?

Todos os consoles produzidos pela Sony obtiveram altos sucessos de vendas, liderando o mercado e sendo referência em produção de videogames.

Mas vamos aos fatos: ao todo são 525,3 milhões de Playstation vendidos pelo mundo, sendo essa marca alcançada em 7 de julho 2018. O primeiro sistema a alcançar 100 milhões de vendas foi o primogênito Playstation 1 em 5 de maio de 2004; Já o segundo console desenvolvido pela SONY também quebrou recordes de vendas, conseguindo alcançar 150 milhões em 1 de janeiro de 2011; O Playstation 3 obteve bons números, porém os feitos a serem batidos eram muito altos e conseguiu alcançar em 2013 cerca de 80 milhões de vendas; Enquanto isso, o consagrado Playstation 4, a margem está nos 115 milhões; E por último o recém chegado PS5 soma 4,5 milhões de videogames vendidos somente em 2020.

Esses números nos mostram que o videogame mais aclamado é o nosso Playstation 2, que fez a alegria da galera por muito tempo.

Com isso encerro esta breve história desses consoles, que ainda tem muito a trilhar pela frente, com inovações que nem mesmo conseguimos imaginar. Apenas um lembrete 📌 aqui na Nerd Stickers nós temos uma coleção de Skins para personalizar o seu videogame e além da nossa coleção, você consegue personalizar com a sua arte (desde que esteja com qualidade para impressão).

Até mais galera! espero poder jogar logo o tão aguardado Playstation 5. 😎

 

5 9 votes
Avalie esse post
Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
paulo
paulo
14 dias atrás

Muito bom o texto tomara que o PS5 abaixe o preço logo !!!!

playstation >>>> xbox

Mirella
Mirella
12 dias atrás

Um Videogame que cresceu com a gente. Que historia!!

rodrigo gustavo
rodrigo gustavo
12 dias atrás

faz um sobre o xbox sou caixista kkkk’

Antenor Tapir
Antenor Tapir
12 dias atrás

Meu PS1 chegou uma época que ele só funcionava se colocasse uma garrafa de água em cima wtf

Lucas Portugal
Lucas Portugal
11 dias atrás

Artigo muito bom. Comprei o ps5 recentemente e tô curtindo demais, é realmente surreal a vibração e os gatilhos do dualsense. Espero q logo logo vc tbm possa testar as funcionalidades dele.

Lucas
Lucas
11 dias atrás

Excelente texto Hugo! Lembro até hoje do sentimento de ganhar o Playstation 1

monsterkamik
monsterkamik
11 dias atrás

Muito brabo, saudade de jogar um GTA 😉

Rodrigo Braga
Rodrigo Braga
11 dias atrás

Faz sobre o switch!!! Melhor console
belíssimo texto por sinal

Vitor Sousa
Vitor Sousa
10 dias atrás

Otimo texto !, me fez lembrar das incontáveis horas jogando crash e winning eleven, entre todos acho que o ps1 foi o mais especial, naquela época era tudo muito inédito não tinha conteúdo de games e nem reviews, cada jogo era uma aventura e experiência única !

Diego Gomes
Diego Gomes
7 dias atrás

Muito bom o texto, nostalgia pura

10
0
Adoraríamos receber o seu comentário. =Dx
()
x