Quer saber como será o foguete da SpaceX?

Os foguetes da SpaceX que podem ir até Marte estão tomando forma. Recentemente, o presidente Elon Musk compartilhou uma ilustração de como a versão teste da Starship parecerá, demonstrando um design criativo. O foguete, cujo objetivo é completar os testes ainda este ano, é uma versão miniaturizada de um que deve enviar os primeiros humanos para Marte. 
Elon Musk publicou uma imagem do foguete em construção realizado na sede da empresa em Hawthorne, Califórnia, e no local de testes da empresa no sul do Texas, perto da cidade fronteiriça de Brownsville. Além disso, o magnata a descreveu como “parecendo prata líquida”. 

O foguete em destaque completará testes curtos para demonstrar sua eficácia. Segundo especialistas, o aço parece incrível e representa uma partida radical de fibra de carbono usado na construção do Falcon 9. É semelhante à abordagem usada pela NASA com os foguetes Atlas nos anos 50, mas esses projetos sofreram quando afundaram na plataforma de lançamento ao serem despressurizados. A versão atual deve evitar as mesmas armadilhas, com um metal que Musk diz que “varia consideravelmente de acordo com as cargas”. 

A SpaceX precisa que esse projeto seja bem sucedido se quiser realizar suas missões mais ambiciosas. O foguete agora conhecido como “Starship” foi revelado no Congresso Internacional de Aeronáutica em setembro de 2017 sob o nome “BFR”, com um design reutilizável que poderia permitir aos humanos viajar para Marte e reabastecer seus tanques de oxigênio líquido e metano colhendo recursos da atmosfera. A empresa do bilionário pretende enviar duas naves espaciais não tripuladas a Marte até 2022, seguidas por duas sem tripulantes e duas tripuladas em 2024. A empresa também planeja enviar o bilionário japonês Yusaku Maezawa a uma viagem ao redor da lua com a nave em 2023, acompanhada de uma equipe de artistas como parte de um projeto. 

Starship é o nome dado ao segundo estágio do futuro design de foguetes da empresa. A primeira etapa é agora referida como Super Heavy. A combinação dos dois foi chamada de BFR antes de novembro, como no Big Falcon Rocket. 

Embora fotos do local do teste mostrem estruturas essenciais ainda em estado inacabado, Musk afirmou no domingo que a equipe pretende lançar o foguete em apenas quatro semanas, com a possibilidade de atrasar o prazo para oito semanas. 
A nave é muito chamativa, e, apesar de ser apenas um protótipo, terá 30 pés de diâmetro. Nesse sentido, o objetivo é realizar voos suborbitais para confirmar a eficácia do projeto antes de passar para missões orbitais ainda em 2020. 

Quando estiverem em operação, tanto o Starship quanto o Super Heavy dependerão do poderoso motor Raptor da companhia, que está atualmente em desenvolvimento. Os motores do veículo de teste da Starship serão “uma mistura de desenvolvimento e partes operacionais da Raptor”, disse Musk em outro tweet recentemente. O primeiro desses motores provavelmente será testado em breve, acrescentou. 

Além disso, a empresa atualmente usa os foguetes Falcon 9 e Falcon Heavy para missões, incluindo o próximo lançamento de teste de sua cápsula Crew Dragon para a Estação Espacial Internacional. O veículo de teste de Starship não terá janelas, afirmou o magnata em seu Twitter.