As 5 melhores histórias em quadrinho (HQs) que você precisa conhecer

Cada vez mais, o mundo dos quadrinhos toma conta da cultura pop como um todo, por meio do cinema, programas de TV e até mesmo uma série de produtos relacionados ao assunto. Mas você costuma ler essas histórias no seu formato original?

Neste artigo, vamos trazer dicas, com uma lista que contempla 5 das melhores HQs de todos os tempos. Acompanhe as recomendações para entender por que essas obras são consideradas alguns dos principais ícones das histórias em quadrinhos!

1. Watchmen

Watchmen, lançada pela DC Comics em 1986, geralmente entra nas listas de melhores HQs de todos os tempos na primeira posição. Escrita por Alan Moore, com arte de Dave Gibbons, a história foi lançada originalmente em 12 edições mensais e hoje é encontrada em encadernados com o conteúdo completo.

O livro é tão bom que entrou também na lista da revista Time como um dos 100 melhores romances escritos a partir de 1923, ano em que a publicação começou a circular. A narrativa de Moore e Gibbons apresentou um mundo muito próximo do real nos anos 1980 — a guerra fria, o temor nuclear e as tensões políticas em um planeta dividido. As grandes diferenças eram: EUA haviam ganhado a guerra do Vietnã e os super-heróis já haviam habitado a Terra — porém, foram proibidos de atuar como tal.

Em 2019, uma elogiada sequência da história — sem participação de Alan Moore — foi lançada em formato de série de TV pela HBO. Outras obras fundamentais de Moore são V de Vingança, A Piada Mortal e sua fase na HQ do Monstro do Pântano, entre outras.

2. O Cavaleiro das Trevas

Também em 1986, Frank Miller escreveu e desenhou (juntamente a Klaus Janson e Lynn Varley) uma história do Batman como nenhuma outra feita até então. Mais velho, Bruce Wayne sai da aposentadoria como herói e volta às ruas de Gotham. A história inclui uma nova Robin e a tentativa de ninguém menos que o Superman de deter as ações de seu velho conhecido.

Miller também é responsável por outras grandes obras dos quadrinhos, como Batman — Ano Um, Demolidor — A Queda de Murdock, Elektra Assassina e Sin City, para citar apenas alguns exemplos. Recentemente, lançou, ao lado do desenhista brasileiro Rafael Grampá, a quarta parte da saga do Cavaleiro das Trevas iniciada nos anos 80, intitulada The Golden Child.

3. Marvels

Marvel Comics, como todos sabem, é uma das principais editoras de HQs do mundo. Entre algumas de suas histórias mais clássicas estão sagas dos X-Men (Dias de Um Futuro Esquecido, A Saga da Fênix Negra), Homem-Aranha (A Morte de Gwen Stacy, A Última Caçada de Kraven) e Vingadores (Guerras Secretas, Guerra Civil), entre muitas outras histórias.

A graphic novel Marvels, no entanto, é uma espécie de síntese do universo da editora sob os olhos de um personagem diferente — o fotógrafo do Clarim Diário Phil Sheldon, que cresce profissionalmente e constitui família ao longo dos anos, enquanto cobre o surgimento de heróis como Namor, Tocha Humana e Homem-Aranha.

Uma das coberturas jornalísticas do fotógrafo, inclusive, é a morte de Gwen Stacy, retratada anteriormente em história escrita por ninguém menos do que Stan Lee. Marvels, no entanto, aborda o conto do Homem-Aranha sob um novo ângulo. A série conta, ainda, com a magistral arte de Alex Ross.

Melhores histórias em quadrinho
Imagem: Unsplash – Histórias em Quadrinho

4. Maus

Maus é mais uma entre as melhores HQs já lançadas. Com roteiro e arte de Art Spiegelman, o livro retrata o período do holocausto, a partir de entrevistas do autor com seu pai. A curiosidade é a forma como Spiegelman optou por retratar os personagens: judeus eram ratos, alemães eram gatos e poloneses eram porcos, por exemplo.

Originalmente publicada entre 1980 e 1991 na revista Raw, da Pantheon Books, Maus já foi lançada em edição única. A obra foi agraciada com o Prêmio Pulitzer, um dos mais prestigiados do jornalismo mundial, em 1992.

5. Sandman

Considerada uma das principais séries da história dos quadrinhos, Sandman foi escrita por Neil Gaiman nos anos 80 e 90, com diversos artistas que o ajudaram a contar a saga dos Perpétuos. As 75 edições originais foram publicadas pelo selo Vertigo (linha adulta da DC Comics, com histórias para maiores de 18 anos), que também foi a casa de Hellblazer, Preacher, entre outras séries antológicas.

Ao longo da história, Sonho (também conhecido como Morpheus ou Sandman), um dos sete Perpétuos, escapa do aprisionamento de décadas — quando ficou em um cativeiro orquestrado por humanos. Suas relações com seus irmãos — Morte, Delírio, Desespero, Destruição, Desejo e Destino — são, muitas vezes, conflituosas, o que fica evidenciado em alguns dos principais arcos da HQ, como Casa de Bonecas e Estação das Brumas.

Além da fantástica história que entrou para a lista de best-sellers do jornal americano The New York Times, Sandman se destacou pelas sublimes capas desenhadas pelo artista britânico Dave McKean. Em data ainda a ser definida, Sandman será lançada como série live action da plataforma Netflix.

Gostou das dicas que trouxemos nesta lista das melhores HQs de todos os tempos? Esperamos que sim! Caso queira continuar bem informado sobre esse e outros assuntos do mundo nerd, assine nossa newsletter!

5 1 vote
Avalie esse post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraríamos receber o seu comentário. =Dx
()
x