5 quadrinistas brasileiros que você precisa conhecer

Como o Brasil é um país que reúne muitos talentos, é de se esperar que no universo dos quadrinhos também existam profissionais incríveis e bastante competentes. E a verdade é que muitos quadrinistas brasileiros fazem um trabalho de qualidade há décadas, que é largamente reconhecido pelo mundo afora.

Se você curte quadrinhos, é hora de conhecer (ou saber mais de) algumas dessas feras. Continue a leitura e veja quem são os principais quadrinistas brasileiros da atualidade!

1. Marcello Quintanilha

Com sete quadrinhos publicados só no Brasil, Marcello Quintanilha é o nosso primeiro destaque da lista. Sua primeira história em quadrinhos foi lançada em 1999. Intitulada Fealdade de Fabiano Gorila, a HQ contava a história inspirada na vida do pai, um ex-jogador de futebol dos anos 50.

Quintanilha vive na Espanha desde 2002 e, a partir do ano seguinte, começou a desenvolver a série Sept Balles pour Oxford (em português, Sete balas para Oxford). O sétimo volume foi lançado em 2012.

Em 2016, Marcello concorreu ao prêmio Jabuti com a coletânea Hinário Nacional, lançada naquele ano. Os quadrinhos consistem em uma seleção de historietas sensíveis a respeito das amarguras da vida.

2. Fábio Moon e Gabriel Bá

Muitos consideram os gêmeos Fábio e Gabriel como os melhores quadrinistas do Brasil na atualidade. Os talentosos irmãos são premiados internacionalmente pela série Daytripper, de 2010, publicada no Brasil pela Panini Comics.

Nos Estados Unidos, em parceria com o norte-americano Matt Fraction (roteirista), eles assinaram a série “Casanova” (2006), publicada no país pela Marvel Comics. Em 2015, pela Companhia de Letras, a dupla lançou uma adaptação para os quadrinhos do romance “Dois Irmãos”, de Milton Hatoum.

É fácil encontrar todos os lançamentos deles em livrarias. Se você ainda não tem, trate de providenciar!

3. André Diniz

André Diniz começou a trabalhar com quadrinhos em 1994, com o fanzine “Grandes Enigmas da Humanidade”. O primeiro trabalho profissional veio entre 1997 e 1998, ao fazer adaptações para os quadrinhos do palhaço Tiririca e de Zé do Caixão.

Sua primeira obra independente foi “Subversivos” (1999), que falava sobre a resistência armada contra a ditadura militar no Brasil. No ano 2000, ele criou a editora Nona Arte com o objetivo de publicar seus quadrinhos e as ideias de outros quadrinistas independentes.

Um dos principais trabalhos de André é o romance “Morro da Favela”, que recebeu o prêmio Troféu HQ Mix de 2012 de melhor edição especial nacional.

4. Ivan Reis

Rodrigo Ivan dos Reis, mais conhecido como Ivan Reis, ganhou destaque ao lado de Geoff Johns em seu trabalho na DC Comics ao revitalizar personagens famosos como Aquaman e Lanterna Verde.

No começo da sua carreira, em 1998, trabalhou nos estúdios de Maurício de Sousa. Iniciou sua experiência nos Estados Unidos na editora Dark Horse Comics, onde desenhou “O Máscara”, “Xena” e “Ghost”.

5. Felipe Nunes

Felipe Nunes é um dos novos nomes dos quadrinhos no Brasil. Seus primeiros lançamentos foram independentes e de baixa tiragem (“S.O.S.” e “Orome – Vol. 1”). Mas foi com Klaus, lançada em 2014 pela Balão Editorial, que o sucesso chegou. É a história do jovem humano que vive entre os animais e tenta descobrir por que é tão diferente.

Outra publicação de destaque assinada por ele é “Dodô” (2017). Conta a história de Laila, uma menina de 6 anos que tem mãe ausente, mas descobre um novo amigo no diferente pássaro que ficava no parque vizinho.

Os talentos não param nas sugestões deste post, é claro. Existem muitos outros quadrinistas brasileiros com trabalhos incríveis. Vale a pena pesquisar sobre eles!

Gostou da seleção que nós fizemos? Então curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as novidades.